Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Justiça revoga prisão domiciliar de Roger Abdelmassih

Médico foi condenado a mais de 173 anos.           A juíza Andréa Barreira Brandão, da 3ª Vara de Execuções Criminais da Comarca de São Paulo, revogou benefício que concedia ao médico Roger Abdelmassih o direito à prisão domiciliar humanitária.         A decisão da magistrada foi tomada após realização de perícia médica, cujo resultado concluiu que o réu está em condições de fazer seu tratamento de saúde na modalidade ambulatorial e que por isso ele pode cumprir a pena na prisão, em regime fechado.         Durante o cumprimento da condenação, o médico foi beneficiado com a prisão domiciliar humanitária mediante o cumprimento de certas condições, dentre as quais que fosse submetido a perícia médica trimestral, a fim de se constatar sua condição física e a possibilidade de retomada do regular cumprimento do restante da pena no cárcere.         Roger Abdelmassih foi condenado a 173 anos, seis meses e 18 dias de reclusão, em regime inicial fechado.                    imprensatj@tjsp.jus.br
17/10/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia