Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Programa “Cidadania e Justiça” inicia 9º ano de atividades em São Carlos

Juízes visitam escolas públicas e conversam com alunos.     A parceria entre o Poder Judiciário em São Carlos com a Diretoria de Ensino da Região continua a render frutos: o programa “Cidadania e Justiça também se aprende na escola” anuncia a abertura do 9º ano de atividades na rede pública estadual de ensino do município, com o apoio da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e da Associação Paulista dos Magistrados (Apamagis).     Na primeira fase do programa, iniciada em fevereiro, a equipe organiza o cronograma de visitas e realiza a entrega de 1.600 “Cartilhas da Justiça” – um informativo em linguagem acessível aos estudantes - para que os professores trabalhem o conteúdo com os alunos antes da visita dos palestrantes. Em março, as primeiras visitas já começaram a acontecer.     Com pausa programada apenas no mês de férias escolares, os organizadores do projeto, escolas e estudantes ainda têm muitas atividades pela frente. Após receberem a visita programada, os alunos ficam com a tarefa de criar redações e desenhos, que viram um livro que é publicado e distribuído na cerimônia de encerramento, realizada no final do ano.     Segundo o juiz coordenador do programa, André Luiz de Macedo, “todos os anos temos visto o projeto melhorar e a expectativa é que consigamos aprimorar ainda mais nesse ano. O assunto já não é estranho e as crianças estão mais conscientes e mais preparadas para exercerem as importantes lições de cidadania que aprendem com o programa”.     Em atividade desde 2011, já participaram do projeto cerca de 20 mil alunos da rede pública estadual de São Carlos, com idades entre nove e 11 anos.     Em 2019, o projeto vai contar com a colaboração do juiz Daniel Felipe Scherer Borborema, auxiliar de São Carlos. Os principais temas que permeiam as ações de conscientização do projeto são os direitos e deveres do cidadão, ética, princípios constitucionais, funcionamento geral dos Três Poderes e responsabilidade social. Também participaram das atividades o juiz Daniel Luiz Maia Santos; o defensor público Lucas Correa Abrantes Pinheiro; e a dirigente de Ensino de São Carlos, Débora Gonzales Costa Blanco.            imprensatj@tjsp.jus.br
23/05/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia