Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Seminário aborda importância da educação financeira em todas as idades

Tema foi tratado pelo terapeuta financeiro Rafael Molina.       A Escola Paulista da Magistratura (EPM), em parceria com a Coordenadoria da Infância e da Juventude (CIJ), promoveu o seminário “Educação Financeira” na manhã desta quinta-feira (12), no auditório do Gade MMDC. A palestra ficou por conta do educador e terapeuta financeiro Rafael Molina de Brito, que também respondeu perguntas de servidores que assistiam ao evento presencialmente e a distancia. Ao todo, cerca de 600 pessoas acompanharam o seminário.     Integrante consultor da Coordenadoria da Infância e da Juventude, o desembargador Antonio Carlos Malheiros, em sua fala ao abrir o evento, disse que “quando pensamos em crianças e adolescentes, ficamos preocupados com persas questões e, muitas vezes, esquecemos a importância da educação financeira”.     O professor Rafael Molina abordou temas variados, como primeiros ensinamentos sobre finanças às crianças; tipos de mesada; enpidamento dos jovens; aposentadoria; investimentos; causas dos problemas financeiros (entre eles, crédito fácil, consumismo e falsas promoções); percentuais de inadimplência por idade; e equilíbrio financeiro.     De acordo com o palestrante, a partir dos três anos a criança já pode ser ensinada, de forma lúdica, sobre questões monetárias: “Se toda família se conscientizasse da educação financeira desde cedo, teríamos um país bem mais próspero”, afirmou. Aos adultos, Rafael aconselhou cautela, uma vez que “muitas pessoas não conseguem focar nas necessidades básicas e mantêm um padrão de vida acima de suas possibilidades. O correto é viver sempre um degrau abaixo e poupar excessos que muitas vezes podem ser evitados”, disse.     Ao final, o convidado recebeu um certificado de presença das mãos do desembargador Malheiros. Prestigiando o seminário, também fez parte da mesa de trabalho o diretor do Foro Regional Penha de França e integrante da Coordenadoria da Infância e da Juventude, juiz Paulo Roberto Fadigas Cesar.            imprensatj@tjsp.jus.br
13/06/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia